26
Dez 12

O ano de 2012 foi marcado pelo centenário do naufrágio do Titanic. Apesar de a história marítima ter, infelizmente, muitos naufrágios, este é um dos mais famosos. Talvez porque os media, chamavam ao Titanic o navio inafundável ou talvez o seu tamanho e luxo tenha mexido com a imaginação das pessoas que viviam naquela altura. Seja como for a sua popularidade é inquestionável e por isso mesmo a televisão e o cinema têm nos dado ao longo dos tempos séries e filmes que abordam o naufrágio do Titanic.

Um dos filmes mais famosos é aquele que foi realizado em 1997 por James Cameron. Já este ano a televisão, numa mega-produção que envolveu vários países deu-nos uma mini-série de quatro episódios.

A importância do naufrágio é tanta que vai aparecendo em algumas séries ou filmes, embora nunca nos mostrem o naufrágio propriamente dito. Quem não se lembra do inicio de Downton Abbey e na morte do herdeiro que viajava a bordo deste navio. Um acontecimento que marca o inicio da série e traz consequencias para a família.

 

Titanic Blood and Steel traz ao espectador uma perspectiva diferente. Esta série foca-se na construção do navio e não no seu triste fim.

Durante 12 episódios vemos como Belfast era uma cidade onde as fortes divisões religiosas criavam conflitos entres os trabalhadores. Estas divisões eram tão fortes que criar um sindicato para os trabalhadores foi uma tarefa quase impossível. O espetador é convidado a ver como os trabalhadores lutavam por melhores condições e como isso punha em risco, os prazos do construção do Titanic.

É impossível dizer quais as personagens ( com algumas excepções) que são ficção e quais as que são baseadas em pessoas reais. Tentei ver na Wikipédia, mas não vi nada que me elucidasse. Da mesma forma que não sei até que ponto as situações retratadas referentes à construção do navio são verdadeiras ou ficcionadas.

 

Pessoalmente não foi uma série que me tivesse despertado á minha atenção, fui vendo, mais pela curiosidade de saber o que acontecia a seguir do que pelo interesse que a mesma me despertou. Posso dizer que nenhuma dos personagens me encheu as medidas e o que gostei mais foi mesmo a parte histórica referente a greves e lutas politicas que marcaram Belfast naquela época.

Para terminar, o fim foi muito pobre e do meu ponto de vista mal construido. Nos últimos episodios, percebemos que grande parte do elenco, por um motivo ou outro vai embarcar no Titanic. Não esperava que a série mostrasse o naufrágio mas achei uma falha não dizerem ao espectador quem viveu e quem morreu. É possível que tenha sido assim para fazerem uma segunda série, mas o espectador que investe 12 horas do seu tempo a ver uma série, merece sempre uma conclusão.

 

 

 

publicado por Vera às 10:38

pesquisar
 
posts recentes

Titanic - Blood And Steel

Visitas
web counter free
blogs SAPO